O primeiro encontro

 

encontro 1 - menor - 5Os participantes da pesquisa TumTá se reuniram pela primeira vez hoje (1 ago) pela manhã no Paço do Frevo. O encontro visava principalmente apresentar as trajetórias de cada um, conhecer as expectativas com relação à pesquisa e propiciar o primeiro contato com o artefato.

A turma é de uma diversidade revigorante. Tem gente que nasceu no meio da tradição popular, que foi adestrada a partir da prática com instrumentos e até o caso do menino que encontrou um violão esquecido, instalou linha de pesca no lugar das cordas e aprendeu a tocar sozinho.

A diversidade é justamente a matéria-prima da pesquisa. Ao longo de seis anos, Helder Vasconcelos foi o único a experimentar, analisar, solicitar mudanças e ajustes no instrumento. Agora, outros 10 usuários vão poder aplicar o TumTá, o que pode gerar possibilidades impensadas pelos seus criadores.

Além de Helder e dos  produtores tecnológicos João Tragtenberg e Filipe Calegario, estavam presentes os artistas colaboradores Francini Barros, Aguinaldo Roberto Silva, Johann Brehmer, Frank Sósthenes e Claudio Rabeca, e os artistas em formação selecionados Aduni Guedes, Áquila Lima (Mané do Pife), Igor Cavalcante de Sá e Jonas Alves Jr.

Na próxima semana, terão início os momentos individuais de experimentação do instrumento.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s